quarta-feira, março 17, 2010

Interagir faz visita a hospitais de Porto Alegre

Eu estou trabalhando em um dos hospitais que teve o prazer de receber a visita do projeto Interagir.
Ontem, fui pego de surpresa com uma das ações sociais que mais me comoveram em toda minha vida de colorado.
A alegria das crianças era vibrante. O Macaquinho "Escurinho" fez a festa! Algumas crianças pediram na próxima visita a presença do amigo Saci! E todos celebraram muito ao receber os exemplares da revista do Inter! Eu fiquei emocionado.

Além da visita do projeto Interagir ao hospital, hoje também vi a matéria que saiu na ZH sobre o Mestre Antonio Endler, um grande amigo, que inspira a todos nós com a sua luta pela vida, pela felicidade e o amor possíveis em cada novo dia.

Abaixo, as matérias relacionadas.

Dale Inter!
Tiago Vaz


Fonte: Marcos Bertoncello/AI Internacional

Claro que o nome do Internacional tem muita força e repercute em qualquer lugar onde for levado. Mas isso se torna muito mais evidente em um ambiente lotado de crianças, especialmente as internadas em hospitais. Foi o que se viu na visita do Interagir ao Santo Antônio e Clínicas na tarde desta terça-feira em Porto Alegre.

 

Escurinho durante a visita - Foto: Marcos Bertoncello/AI  InternacionalA ação social era levar edições da Revista do Inter (foto ao lado) para crianças e adolescentes em fase de recuperação ambulatorial. Entrou em campo, portanto, o Interagir, projeto do Sport Club Internacional que oferece atividades de inclusão social. Liderados pela diretora de Esportes Amadores e Projetos Sociais do clube, Constance Piffero, os integrantes do Interagir partiram do Beira-Rio rumo ao Hospital da Criança Santo Antônio, do Complexo Santa Casa.

 

O recebimento foi de muita festa; maior ainda quando o macaco 'Escurinho', personagem oficial do Interagir, saudou o pessoal presente. Fotos, abraços e beijos coroaram a grande iniciativa do Inter, que distribuiu cerca de 250 revistas na ala destinada do hospital. Até mesmo os que não eram torcedores do Inter, se renderam à solidária ação colorada. De quarto em quarto, 'Escurinho' e integrantes do Interagir brincaram com a criançada. "É uma atitude muito bonita do Internacional, dando a alegria de viver para esses garotos e garotas", agradeceu a gerente administrativa do Hospital da Criança Santo Antônio, Swetlana Cvirkun.

 

A próxima parada foi no Hospital de Clínicas de POA. A porta do elevador abriu, quando parou no décimo andar, e lá já havia algumas crianças esperando a chegada do Interagir. Era uma grande expectativa confirmada pela recreacionista terapêutica do local, Michele Csordas. "Eles estão esperando desde as 14h. De fato, é um incentivo a mais para todos aqui", comemorou Michele. 'Escurinho' novamente foi atração no meio de vários coloradinhos e as revistas, aproximadamente cem unidades distribuídas, encantaram os presentes.

 

O poder do Inter em prol da solidariedade

 

A diretora de Esportes Amadores e Projetos Sociais do Internacional, Constance Piffero, destacou a importância da marca do clube para apoiar ações sociais, como a visita aos hospitais nesta terça-feira. "A ideia desta iniciativa é chamar a atenção do torcedor colorado e do associado do Inter para as crianças que necessitam de auxílio. É uma realidade difícil e usar a força do nome do Internacional ajuda a atender a esta carência", relevou Constance. Ela ainda ressaltou a utilização das revistas, tão valorizadas pelas crianças. Debaixo do braço, os integrantes do Interagir carregavam não somente um simples material, mas sim um motivo de alegria e felicidade para cada um nos hospitais. "Eles adoram as revistas. É uma forma de lazer para eles. Esperamos que com a grande mídia do clube, apareçam mais voluntários para ajudar estas instituições", concluiu.


Prof. Antônio

O Sem Barreiras hoje vai falar um pouco de uma doença conhecida com ELA.

E = Esclerose, endurecimento e cicatrização.

L = Lateral porque se refere ao endurecimentoda porção lateral da medula espinhal.

A = Amiotrófica que é a fraqueza que resulta da atrofia do músculo, ou seja, diminuição do tecido muscular.

Pra entender melhor a ELA, é importante saber que o neurônio, é uma célula nervosa especializada, diferente das outras células do corpo humano, porque apresentam extenções que realizam funções especiais e saber também que os neurônios motores são responsáveis pelos movimentos de contração e relaxamento muscular.

Sabendo isso já dá pra entender um pouquinho mais sobre ELA.

A principal característica da doença é a degeneração progressiva dos neurônios motores do cérebro (neurônios motores superiores) e da medula espinhal (neurônios motores inferiores).

Os neurônios perdem sua capacidade de funcionar adequadamente, ou seja, perdem a capacidade de transmitir os impulsos nervosos, assim quando eles não podem mais enviar estes impulsos aos músculos dá-se início à progressiva atrofia e fraqueza muscular.

É importante ressaltar que ELA não afeta o raciocínio intelectual, a visão, a audição, o paladar, o olfato, o tato e na grande maioria dos diagnosticados com a doença, também não afetam as funções sexuais, vesicais e intestinais. ( O rala e rola, N° 1e 2 além do juízo, preservadíssimos)

Algumas pesquisas indicam que ELA acomete mais homens que mulheres e principalmente os que tão na faixa etária dos 60 anos.

Como medicina não é matemática, nosso entrevistado de hoje é um jovem de 38 anos, diagnosticado aos 32, é o professor universitário, designer, escritor, poeta, blogueiro , Antônio Endler.

SEM BARREIRAS: Nome e idade?

Antoni Marcos Endler e 38 anos.

S.B. Quando descobriu o diagnóstico?

Em meados de 2005 após 1 ano e meio do inicio dos sintomas

S.B. Foi logo diagnosticado, ou ficou perambulado e "perdenendo tempo" com o tratamento?

O diagnóstico foi difícil pois as características da minha doença fogem ao padrão convencional da ELA

S.B Quais foram os primeiros sintomas e que idadade você tinha?

Fasciculações (tremores involuntários dos músculos), com 32 anos iniciaram os sintomas.

S.B. Como foi receber o diagnóstico?

A pior experiência da minha vida, o mundo desabou aos meus pés.

S.B. Você é casado?

Fui casado mas minha ex-esposa resolveu terminar o casamento quando eu estava no hospital. Atualmente estou namorando e tenho uma vida sexual normal.

S.B. Como é sua rotina?

Acordo tarde 10h, tomo café , tomo remédios, faço higiene pessoal, faço fisioterapia, saio da cama, leio jornal, almoço, uso o computador, trabalho nos meus projetos pessoais, recebo visitas, dou consultoria para pacientes de ELA que necessitam operar sistemas, eventualmente saio para passear, faço psicoterapia, assisto filmes e vou dormir sempre depois da meia-noite.

S.B. Fala um pouco do seu computador?

Meu computador é um notebook com processador turion 64 bits com 1,5 megabits de memória ram. Também tenho mouse optico sem fio e teclado sem fio além de webcam independente. Uso o software qualieye e o click-n-type para operar os sistemas, e-mails, etc.

O qualieye funciona através da detecção de movimentos da webcam. Eu mexo o pescoço e defino que determinadas ações são dadas por determinados movimentos, exemplo: para clicar com o "mouse" movimento para a esquerda.

Um computador com uma configuração mínima ficará em torno de 1.500 reais mais 500 dólares do software, que pode ser adquirido via internet no site www.qualilife.com e tem uma versão gratuita para testes.

S.B. Como você conseguiu comprá-lo?

Meus amigos ajudaram neste processo.

S.B. Você publicou um livro, tem um blog e participou do lançamento de uma cartilha.

O livro é de poesias que falam de temas do dia-a-dia, com uma visão bastante crítica da vida e da sociedade. Cada poesia foi ilustrada por um amigo profissional da área gráfica. Ainda tenho alguns exemplares a venda, (risos).

S.B. Como faz pra adquirir a cartilha?

Para adquirir a cartilha basta entrar em contato comigo que a gente distribui gratuitamente para pacientes de ELA e seus familiares. Eu e minha namorada elaboramos a cartilha com base nas minhas experiências pessoais.

Para finalizar, gostaria de dizer que mesmo com uma doença incapacitante e grave como esta. que a maior limitação está na sua mente, e não na sua capacidade física.

Antonio e sua cadeira ortostática
Antonio e sua cadeira ortostática

Esse é o Antônio, na foto ele aparece numa cadeira pouco conhecida, que é a "cadeira ortostática", essa cadeira custa em torno de R$4.000,00 com motor.

Pra receber a cartilha envia um e-mail pro: mestreantonioendler@gmail.com

O Sem Barreiras agradece a presença do Antonio no nosso espaço e a sugestão da Marilu.










Só porque o Antônio saiu na foto da ZH de AZUL!!! Vou colocar abaixo uma outra foto... agora com ele expressando o seu maior coloradismo, junto com os amigos Colorados!

Mestre e Antonio, agora de Colorado (e eu tb! de chapéu!)

Mais informações sobre a ELA, no blog do Mestre Antônio.

http://mestreantonio.blogspot.com


DESTAQUES

ESPECIAL DO CENTENÁRIO:
História Colorada e Fotos Antigas

ENTREVISTA: Delegado Poppe

O INTER NA REVISTA PLACAR

POESIAS COLORADAS


 Clique aqui para adicionar o Supremacia Colorada ao seu leitor de RSS favorito!

ASSINATURA

Receba diariamente o Supremacia Colorada em sua caixa postal!

Cadastre seu e-Mail aqui!

Ou adicione direto ao Google Reader!
Clica Aqui!

CONTATO DIRETO


O Blog Supremacia Colorada é administrado por Tiago Vaz, Conselheiro do Sport Club Internacional. Para entrar em contato diretamente com o administrador do Blog, por favor envie um e-mail para blog.supremacia.colorada no gmail

Leitores e Amigos no Google+

COMUNIDADE


Participe da nossa comunidade no Orkut!

Translate

Marcadores