quarta-feira, fevereiro 24, 2010

Vitória suada e quebra de tabu na estréia Colorada




A libertadores 2010 já começa de forma inédita para nós colorados, com vitória. E que vitória, suada, na garra e de virada. Talvez a estréia de Pato Abbondanzieri tenha trazido sorte, hehehe...

O jogo começou como esperado, com o Inter no ataque e a equipe equatoriana se defendendo. Aliás, este era o grande propósito do Emelec, se defender e quem sabe sair com um empate. E quase que conseguiram. Pelo menos assustaram no inicio da segunda etapa, num lance que deu uma pane geral na defesa colorada.

Na primeira etapa o Inter esteve bem em campo, atacando bastante, porém sem conseguir aquela finalização. Faltava o último passe, o arremate. Nem mesmo com o apoio dos alas o time conseguia furar o bloqueio equatoriano.

No segundo tempo, o susto. Pane geral na defesa e gol do Emelec. Foi um dos poucos lances em que o time equatoriano lançou-se ao ataque de forma efetiva. Porém o melhor estava por vir. A quebra do tabu era questão de minutos. Claro que após o gol, os quase 40 mil colorados presentes no Gigante, ficaram calados, vendo aquele filme passar na cabeça. Outra derrota na estéia ? Quem sabe um empate de novo ? Não, não e não. Estamos em busca do Bi, e time que quer ser campeão tem que ganhar em casa. É obrigação.

E 4 minutos após Quiroz silenciar o Beira Rio, Nei, com um belo chute de fora da área, marcou um golaço e devolveu a esperança ao torcedor colorado. Quando Nei marcou o gol eu disse: 'Agora vai, vamos virar e quebrar esse tabu'.

Passado o susto e o nervosismo, O Inter começou a tocar bola com mais autoridade, encontrando mais espaços. Clara melhora se deu após as substituições. Taison entrou no lugar de Nei, que fazia ótima partida mas tinha sofrido algumas faltas duras e parecia estar sentido. Após a entrada de Andrezinho na vaga de Giuliano, que muito preso a marcação pouco mostrou seu futebol, e Walter na vaga de Edu, que estava sumido na segunda etapa, o time enfim encontrou o equilibrio que faltava para buscar a virada.

E foi justamente em uma jogada dos dois que entraram que nasceu o gol da vitória. O gol que quebrou o tabu. O gol que deu a nós colorados e aprimeira vitória na estéia em Libertadores da América. Aos 43 minutos Andrezinho tocou para Walter que, sutilmente, rolou para Alecsandro estufar as redes e decretar a virada e a vitória colorada.

O jogo foi difícil, o placar foi apertado, mas o que importa em uma Libertadores são os 3 pontos. A próxima batalha será na altitude de Quito, contra o Desportivo, dia 11 de Março. Estaremos contigo Inter, em busca do Bi.

DESTAQUES

ESPECIAL DO CENTENÁRIO:
História Colorada e Fotos Antigas

ENTREVISTA: Delegado Poppe

O INTER NA REVISTA PLACAR

POESIAS COLORADAS


 Clique aqui para adicionar o Supremacia Colorada ao seu leitor de RSS favorito!

ASSINATURA

Receba diariamente o Supremacia Colorada em sua caixa postal!

Cadastre seu e-Mail aqui!

Ou adicione direto ao Google Reader!
Clica Aqui!

CONTATO DIRETO


O Blog Supremacia Colorada é administrado por Tiago Vaz, Conselheiro do Sport Club Internacional. Para entrar em contato diretamente com o administrador do Blog, por favor envie um e-mail para blog.supremacia.colorada no gmail

Leitores e Amigos no Google+

COMUNIDADE


Participe da nossa comunidade no Orkut!

Translate

Marcadores