quinta-feira, novembro 12, 2009

SUGESTÃO - Escolha do treinador colorado para 2010: por onde "não" começar

Por Luciano Bonfoco Patussi
12 de novembro de 2009
www.inter-clubedopovo.blogspot.com

Torcedor colorado! Estamos no final de 2009, onde o Internacional ainda busca uma vaga na Copa Libertadores da América de 2010. Todos devem torcer como nunca para que o time conquiste, pelo menos, esta vaga. Entretanto, estamos na metade de novembro e, com ou sem classificação à Libertadores, é impossível não começar a, pelo menos, projetar o time e as preferências para 2010. Estive lendo algumas notícias que deixaram-me com um certo receio do que possa acontecer no comando da equipe. Não que isso esteja sendo especulado no momento pelo clube. Não é - assim espero! Divulgo isso apenas como uma "lembrança", uma sugestão para que o clube não transforme em realidade o desejo de um treinador que recentemente venceu uma Copa do Brasil e que já passou, sem sucesso e com muitas lembranças amargas, pelo Beira-Rio.

Paulo Vinícius Coelho, o PVC da ESPN Brasil, divulgou no seu blog, dia 10 de novembro, uma entrevista feita com o treinador do Kashiwa Reysol, quase rebaixado no campeonato japonês. O brasileiro Nelsinho Batista falou sobre o difícil momento vivido pelo Sport Recife, seu ex time, mas falou também sobre a atual situação que vive com o Reysol no Japão. Disse ainda que assiste aos jogos do campeonato brasileiro no Japão. O treinador tem mais um ano de contrato com o clube japonês. Entretanto, se voltar a treinar no Brasil, revelou que tem um clube em especial que deseja dirigir. Abaixo descrevo o último trecho da entrevista de Nelsinho:

"Paulo Vinícius Coelho (PVC) - Quando for o caso de voltar ao Brasil, há algum clube que você ainda gostaria de trabalhar?

Nelsinho Batista - Acho que deixei um trabalho pela metade no Internacional. Em 1996, saí do Inter para ir ao Corinthians e até hoje ficou um mal-entendido. Houve quem afirmasse que eu disse que saía para ir para um clube grande. Eu nunca disse isso, nunca diria isso. O Inter é um clube de enorme tradição. Hoje tem um técnico, o Mário Sérgio. Trabalhei em muitos lugares importantes, mas acho que deixei um trabalho pela metade no Inter. Um dia, gostaria de voltar para lá."

Devido ao momento vivido pelo Internacional, já que é de conhecimento de todos que Direção de Futebol deverá definir em breve um nome qualificado para comandar o time colorado em 2010, é importante lembrar que Nelsinho Batista foi muito especulado nos bastidores do clube para assumir o cargo de treinador recentemente, segundo a imprensa.

Aos poucos, com a experiência de vida que adquirimos com o passar dos anos, é importante sabermos que o rancor guardado no peito não leva a nada. Esse sentimento só trás coisas ruins. É ruim para a mente, para o coração, para o dia-a-dia. Entretanto, e aqui destaco minha opinião, vivi intensamente o ano de 1996 e "se" eu fosse integrante da Direção de Futebol do Internacional, a partir deste momento, jamais voltaria a cogitar a volta de Nelsinho Batista para o Beira-Rio. Questão de opinião. Desejo tudo de bom para Nelsinho Batista, mas que isso aconteça longe do Beira-Rio. Ele não faz falta ao Inter, assim como o Inter também não deve fazer à ele. Confesso, entretanto, que essa entrevista do atual comandante do Kashiwa Reysol deixou-me com umas quantas "pulgas atrás da orelha".

Enquanto colorado, jamais esquecendo 1996, e enquanto analista, em uma breve análise da carreira do técnico em questão, espero sinceramente que em qualquer lista onde conste os nomes dos próximos possíveis pretendentes ao cargo de treinador do Inter, não apareça o nome de Nelsinho Batista. Nem no início da lista. Nem no meio. Nem no final.

A entrevista completa de Nelsinho Batista concedida ao PVC pode ser conferida através do link abaixo:

http://espnbrasil.terra.com.br/pauloviniciuscoelho/post/85819_NO+JAPAO+NELSINHO+BAPTISTA+ASSISTE+AO+BRASILEIRAO+E+A+CRISE+DO+SPORT

Em tempo: eu não poderia fazer toda uma análise de quem não contratar, sem pelo menos deixar pistas dos nomes que prefiro para o cargo de treinador do Inter. Tempos atrás, minha preferência seria para Vanderlei Luxemburgo, sem sombra de dúvidas e sem restrições. Hoje, entretanto, há alguns treinadores promissores no mercado, que merecem uma chance em um grande clube. É uma nova safra de técnicos sendo formada e que conta com nomes como os de Silas, Dorival Júnior - que já está em um grande clube, entre outros. Há ainda o experiente Muricy Ramalho, que já passou pelo Beira-Rio e que agrada muitos e desagrada tantos outros. Ainda estou formando minha opinião sobre o nome que acredito ser o ideal para o comando do time em 2010. E devo divulgar isso após o final do campeonato brasileiro. Mas já sei por qual nome a lista de possíveis treinadores do Inter não deve começar: Nelsinho Batista.

Uma grande saudação esportiva e colorada à todos!

DESTAQUES

ESPECIAL DO CENTENÁRIO:
História Colorada e Fotos Antigas

ENTREVISTA: Delegado Poppe

O INTER NA REVISTA PLACAR

POESIAS COLORADAS


 Clique aqui para adicionar o Supremacia Colorada ao seu leitor de RSS favorito!

ASSINATURA

Receba diariamente o Supremacia Colorada em sua caixa postal!

Cadastre seu e-Mail aqui!

Ou adicione direto ao Google Reader!
Clica Aqui!

CONTATO DIRETO


O Blog Supremacia Colorada é administrado por Tiago Vaz, Conselheiro do Sport Club Internacional. Para entrar em contato diretamente com o administrador do Blog, por favor envie um e-mail para blog.supremacia.colorada no gmail

Leitores e Amigos no Google+

COMUNIDADE


Participe da nossa comunidade no Orkut!

Translate

Marcadores