terça-feira, setembro 01, 2009

Seleção de base não serve para nada hoje em dia

por Gerson Sicca
http://limponolance.blogspot.com

Atualmente, sabe qual a importância das seleções de base? Nenhuma.
E sabe qual a relevância dos títulos das seleções de base? Nenhuma.
Alguém pode dizer que essas seleções são importantes para dar experiência aos jogadores jovens, a fim de que possam ter o pedigree necessário para chegar à seleção principal.
Não acredito nisso.
Grandes clubes brasileiros profissionalizaram-se na gestão. Formam jogadores de alto nível, que com 18, 19 anos já disputam títulos. Alexandre Pato enfrentou o Barcelona em uma final de Mundial com 17 anos. Com pouquíssimo tempo de profissionalismo nossos talentos já vestem a camisa de grandes clubes europeus, disputam campeonatos importantes.
Aí pergunto: um torneio de seleções de base pode dar a um jogador titular de clubes como Inter, Grêmio, São Paulo, Palmeiras ou Cruzeiro, entre outros, mais experiência do que terão em seus clubes? E o que dizer daqueles que já viajam a Europa com clubes tradicionais do velho continente?
Por outro lado, os títulos das seleções de base só servem para o marketing da CBF. O que deve valer mesmo são as taças da seleção principal. E aqui vem o "X" da questão.
Time de base não é feito para ganhar título. É feito para formar jogadores. Logo, se um jogador, ainda que com idade para a base, já atua no futebol profissional, não há nenhuma razão que justifique sua convocação para seleções sub alguma coisa. Deve ser convocado apenas quem está em processo de formação. Quem já está no profissional que continue o seu caminho e busque a seleção principal.Para esse tipo de jogador a base só serve para colocá-lo no mercado europeu.
Então, qual a explicação para convocar jogadores como Sandro e Giuliano, que já brilham no Internacional? O que ganharão com um mundial sub-20? Não é mais importante para a carreira dos mesmos o enfrentamento das agruras de um campeonato brasileiro?
A convocação de jogadores que já estão integrados ao grupo profissional dos seus clubes só tem duas justificativas. A primeira é fazer a alegria dos empresários. A segunda justificativa possível é garantir o emprego das comissões técnicas das seleções de base, que com times fortes podem ganhar títulos.
Com isso, a CBF se presta para atrapalhar ainda mais o futebol brasileiro. Não bastasse a disputa desigual com os clubes estrangeiros, as dívidas, a desorganização, o escasso poder aquisitivo do torcedor e a arbitragem de várzea os clubes ainda são golpeados pela própria Confederação, que ao chamar novos talentos já profissionalizados empobrece o campeonato brasileiro e dá uma bordoada nos combalidos clubes.
Por tudo isso, cada vez mais estou convencido de que a CBF é um entreposto comercial no Brasil dos poderosos do futebol mundial, uma espécie de companhia das índias da bola.

DESTAQUES

ESPECIAL DO CENTENÁRIO:
História Colorada e Fotos Antigas

ENTREVISTA: Delegado Poppe

O INTER NA REVISTA PLACAR

POESIAS COLORADAS


 Clique aqui para adicionar o Supremacia Colorada ao seu leitor de RSS favorito!

ASSINATURA

Receba diariamente o Supremacia Colorada em sua caixa postal!

Cadastre seu e-Mail aqui!

Ou adicione direto ao Google Reader!
Clica Aqui!

CONTATO DIRETO


O Blog Supremacia Colorada é administrado por Tiago Vaz, Conselheiro do Sport Club Internacional. Para entrar em contato diretamente com o administrador do Blog, por favor envie um e-mail para blog.supremacia.colorada no gmail

Leitores e Amigos no Google+

COMUNIDADE


Participe da nossa comunidade no Orkut!

Translate

Marcadores