sábado, agosto 08, 2009

A CULTURA DA DESTRUIÇÃO DE JOGADAS

Por:João Munari

Lá nos anos 70 ,três irmãos entraram para a história do futebol brasileiro. Um deles ,Bibiano Pontes jogou no Internacional por quase 10 anos com caracteristicas de velocidade e habilidade.

Os outros 2,João e Daison Pontes, notabilizaram-se pela violência com que disputavam cada palmo do campo. Para se ter uma idéia,Daison é o recordista na CBF com 18 expulsões na carreira e o triste título de ser o primeiro jogador a bater num árbitro de futebol poque ,segundo o zagueiro "marcar o segundo penalti no mesmo jogo só pode ser marcação comigo..."

Para fechar sua incendiária carreira conseguiu ser expulso do Flamengo/RJ com 3 meses de clube por...agressão num coletivo! Por incrível que pareça, ainda por cima, o jogo de despedida dos dois flamantes zagueiros acabou em pancadaria!

Fiz esta introdução pois quero dizer que,na minha opinião, estamos passando por um grave problema de foco. O principio deste esporte é jogar futebol. Em décadas passadas mesmo perante a violência de zagueiros como João e Daison o que predominava era o toque de bola e a busca pelo gol.

Falcão está coberto de razao ao afirmar que o "Futebol está perdendo parte do seu encanto devido a cultura da destruição de jogadas,que hoje prevalece sobre a tecnica...". Ele segue uma coluna ,esplendida na minha opinião, aonde afirma que os treinadores,na maioria, não se preocupam em construir jogadas e estimular o drible e as triangulações.A maioria só quer saber de marcação e bloqueio. Por fim,Falcão reconhece que futebol é um esporte de contato físico mas como o objetivo é tentar impedir o outro de jogar muitas vezes os dois times em campo conseguem isso.

No fim de sua coluna ele ainda aborda que a única jogada ensaiada é a bola parada "como se isso exigisse grande planejamento..".

Acho tambem um dano ao futebol quando a nossa intocável imprensa ,para ficar de bem com as torcidas, afirma que o time A tem mais habilidade,porém, o time B tem mais pegada. Ora ,mas o que é isso?! É dever de um formador de opinião afirmar quem está jogando bem e não ficar mascarando pobreza tecnica com esta conversa de pegada!

OBS* e acreditem, no time em que eu jogava cabia a mim o serviço sujo,porém, o resto do time jogava muita bola! Hoje todo mundo faz o serviço sujo,até centroavantes, e poucos jogam bola.

Assim começam as distorções de foco.Hoje escuta-se jovens dizendo que "bom futebol não interessa,o que vale mesmo é chegar junto e mostrar pra eles quem manda aqui.."

Somos responsáveis pela herança cultural que deixaremos aos nossos filhos,em várias áreas,inclusive no futebol. Claro que marcár é importante mas nossos filhos precisam aprender que o principio do esporte é jogar futebol e que times que tem apenas pegada são equipes limitadas tecnicamente.

João Munari

DESTAQUES

ESPECIAL DO CENTENÁRIO:
História Colorada e Fotos Antigas

ENTREVISTA: Delegado Poppe

O INTER NA REVISTA PLACAR

POESIAS COLORADAS


 Clique aqui para adicionar o Supremacia Colorada ao seu leitor de RSS favorito!

ASSINATURA

Receba diariamente o Supremacia Colorada em sua caixa postal!

Cadastre seu e-Mail aqui!

Ou adicione direto ao Google Reader!
Clica Aqui!

CONTATO DIRETO


O Blog Supremacia Colorada é administrado por Tiago Vaz, Conselheiro do Sport Club Internacional. Para entrar em contato diretamente com o administrador do Blog, por favor envie um e-mail para blog.supremacia.colorada no gmail

Leitores e Amigos no Google+

COMUNIDADE


Participe da nossa comunidade no Orkut!

Translate

Marcadores